terça-feira, 6 de abril de 2010

Vamos exercitar o amor, primeiro perdoando a nós mesmo, sentimos muitas culpas por algo do passado, nos julgamos e nos torturamos, sem perceber, o passado foi, vamos nos perdoar e seguir em frente. Assim sentiremos paz interior. Madre Teresa diz...O bem que você faz hoje, pode ser esquecido amanhã...Faça o bem assim mesmo! Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante...Dê o melhor de você assim mesmo!E veja você que, no final das contas, é entre você e DEUS...Nunca foi entre você e eles!

15 comentários:

  1. Faz uns anos escrevi um conto... devo postar no blog com mais calma, é que tem umas 8 páginas... termina com algo que me fez lembrar seu post de hoje:

    “Por muito guardamos tristemente os demônios de nossos erros passados, mas a Vida é eterna e aquilo que chamamos tempo não existe. Sempre guardarás em teu seio sombras do que de parcial se foi, mas saibas dar valor ao sorriso dos erros antigos, pois são eles que te lograram o deleite dos melhoramentos de agora. Deves aprender a pedir perdão, também deves aprender a ser perdoado e, sobretudo, a perdoar-te; posto não sabendo perdoar a ti mesmo, não saberás render perdão a teu próximo.”

    In: LIBERATE TU-TEMET EX INFERIS, by Francisco de Sousa Vieira Filho.

    ResponderExcluir
  2. Lindoooooooo!

    *Kiss*

    ResponderExcluir
  3. É amiga, não consigo me perdoar por muitas coisas, é dificil viu? Belo post, bom pra refletir.....beijos.

    ResponderExcluir
  4. ^^ lindo post, muito sensivel. Adorei seu blog boa semana.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom Hana....
    Porque ontem mesmo estava muito chateada...eu sempre perdoo os erros alheios, mas nunca os meus...geralmente eu os considero imperdoaveis e me culpo bastante...veio bem a calhar pra mim esse.
    Valeu!

    ResponderExcluir
  6. Como você é rapida nas postagens, amiga.. eu queria ser como você, ter toda essa criatividade.. rs rs.

    Fazer o bem, sem olhar a quem...
    Se eu faço algo em benefício de alguém não espero recompensa do homem e sim de Deus.. pois se eu fizer o contrario vou ser cobrada, eu sei disso.

    Flor, falei pra minha mãe.. rs rs.. ela disse que te adorou, mandou um beijo e que Deus te abençoe.

    Te adoro, querida..

    Beijos meus.

    ResponderExcluir
  7. Hana! Amei seu comentário com o poemeto do sábio Quintana! É isso aí, amiga! Hahahaahaha É a nossa cara, mesmo! Obrigada.

    E quanto a nos perdoar, acho que é a base para seguirmos adiante nos bons propósitos e intenções. Compreender a si mesmo para compreender o próximo. Com humanidade. Mas sabemos que algumas pessoas bloqueiam a emanação da nossa bondade e compreensão, não se permitindo a um entendimento. O que é uma pena. E em certos casos nos resta mesmo o "entre eu e Deus", porque procuro dar o melhor de mim as pessoas. Mas nem sempre aceitam esta manifestação natural de afeto, e alegria, que por vezes são sentimentos que incomodam alguns. Acabei de receber uns limões e vou preparar uma limonada, como voce mesmo disse no Desnuda e com muito açucar rsrs.


    Paz, harmonia e amor! É o nosso lema! E que nada nos impeça de exercê-lo. Nem nós próprias! Rsrs


    Beijão querida amiga!

    ResponderExcluir
  8. Olá, flor,
    Chegamos ao "X" da questão. É entre você e Deus. Eis que ao praticar o bem, fazemos contato direto com Deus. Daí, chegamos a conclusão de quem são os intermediários. Os intermediários sempre foram e sempre serão "os necessitados". Eles estão em toda parte. Pode ser o meu amigo, vizinho, mendigo, namorado, patrão, etc. Afinal, todo e qualquer ser humano pode um dia precisar de ajuda, ainda que apenas um colo, uma palavra de conforto, um puxão de orelha, dentre outras coisas.
    Obrigada por esse grande impulso, minha doce e querida amiga!

    Beijos de admiração para ti!!!

    ResponderExcluir
  9. Além de encontrar sempre uma paz neste seu blog que não consigo explicar, aprendo também em cada post algo que me faz meditar!

    Bjs dos Alpes...

    ResponderExcluir
  10. Perdão, palavra difícil.
    Um tema excelente para meditar

    ResponderExcluir
  11. sera que o mundo pode exercitar issso.,.,.

    ResponderExcluir
  12. A maior dificuldade existe no conceito de BEM e do seu contrário.
    Daí o meu melhor pode não ser o ideal.
    Gosto de seus textos. Permitem reflexão.
    Continua voltada ao sol

    ResponderExcluir
  13. Mais um excelente tema de reflexão. O não se perdoar, é a mola real da maior instabilidade no Mundo.
    Temos todos que rever conceitos.
    Obga.pela partilha
    Bjs.sinceros
    Mer

    ResponderExcluir
  14. para saber perdoar o próximo é preciso primeiro perdoar-se a si mesmo.

    ResponderExcluir
  15. Muito lindo Hanna. A gente precisa se permitir, se perdoar, se amar. A gente fica se remoendo em coisas bobinhas e com isso se trava. Isso também não quer dizer que só por isso vamos errar todos os dias,mas sim com a consciência que podemos melhorar como gente, usando a si mesmo como parâmetro.O futuro é hoje. Parabéns pela citação de Madre Tereza também,essa grande pessoa que Deus enviou. Beijos

    ResponderExcluir